Sem complô: arbitragem brasileira erra por falta de estrutura, profissionalização e capacidade

Renato Pizzuto

Escalação de Luiz Flávio de Oliveira (SP) para apitar Corinthians e Sport foi apenas um dos erros da Comissão de Arbitragem (crédito: Renato Pizzuto)

Quando os erros de arbitragem se destacam mais do que deveriam, é porque há algo errado. E esta rotina insiste em aparecer no cenário do futebol brasileiro, ano após ano. É sabido que o nível técnico de quem comanda as partidas, é sofrível. E não falta time que se sente prejudicado.

A falta de profissionalização contribui, em grande parte para isso, uma vez que não existe remuneração adequada, estrutura, investimento e preparação para quem entra em campo com uma importância similar à dos jogadores. Qualquer deslize pode ser fatal. E eles estão aparecendo além da conta e gerando controvérsias de vários lados. O pior de tudo é a desconfiança que aparece, fazendo muitos acreditarem em esquemas de manipulação. Deixo esse discurso para os torcedores e mais do que palavras são necessárias para se provar qualquer tipo de roubalheira.

Em momentos decisivos do Campeonato Brasileiro, não tarda para que os erros comecem a aparecer, beneficiando uns e prejudicando tantos outros. A bola da vez, coincidência ou não, é o Corinthians, que tem sido favorecido nas últimas rodadas.

O time paulista não teve um pênalti marcado contra sua meta diante do São Paulo e viu o Avaí ter um gol legal anulado no último domingo. Contra o Sport, achei pênalti do defensor pernambucano, para não falar que o time é beneficiado em todos os momentos.

Atlético, Flamengo e São Paulo são apenas alguns dos times que reclamam da arbitragem. O Atlético, que perdeu a liderança para o Corinthians na última rodada, não teve um pênalti marcado a seu favor contra o Grêmio e viu o gol da derrota contra a Chapecoense nascer de um lance irregular. Na minha visão, os erros acontecem contra praticamente todos os times do campeonato.

Não quero acreditar que exista um complô. O que vejo é a falta de capacidade dos árbitros, que são ruins e tem a preparação deficiente contribuindo para erros sequenciais. Em boa parte dos lances, eles estão mal posicionados e não mostram a confiança necessária para uma marcação que deveria ser mais efetiva.

Clubes que se sentem prejudicados devem protestar e protocolar reclamações na Comissão de Arbitragem, órgão responsável pelas escalas e preparação dos árbitros. Algo deve ser feito por eles, que acabam sendo lesados por terceiros, vendo resultados positivos ficarem pelo caminho por falhas clamorosas. A Comissão, para piorar, força a barra em algumas decisões, como ao escalar um árbitro paulista para apitar Corinthians e Sport. Desnecessário, imprudente e irresponsável.

Passou da hora. Não é segredo para ninguém que uma mudança drástica na arbitragem é necessária e este caminho passa pela profissionalização. Para isso, acredito que é preciso romper a estrutura no formato da Comissão de Arbitragem. E isso depende da CBF. Enquanto os atuais diretores por lá permanecerem, vamos continuar convivendo com escândalos dentro de campo. Lances que são considerados fáceis se transformam em uma bola de neve de erros.

Até uma realidade diferente aparecer, vamos continuar convivendo com erros, denúncias de favorecimento, perda contínua de credibilidade e o pior: resultados das partidas sendo definidos por quem deveria ter um papel que passa longe de ser o protagonista.

Anúncios

Sobre Daniel Ottoni

Desde 2011, repórter de esportes especializados do jornal O Tempo, de Belo Horizonte. Fale comigo no d.ottoni@gmail.com
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s