São José conta com fator casa para empatar série semifinal do NBB contra Flamengo

 

joao pires lnb

Flamengo está a apenas uma vitória da decisão; Unitri-Universo, de Uberlândia apenas aguarda pelo adversário (crédito: João Pires-LNB)

São José-Unimed e Flamengo fazem nesta quinta, às 19h, no ginásio Lineu de Moura, no interior paulista, o quarto jogo da série melhor de cinco que vale vaga na final do Novo Basquete Brasil (NBB). O equilíbrio vem marcando o confronto e um prognóstico é difícil de ser feito. O Sportv transmite o jogo ao vivo.

Quando jogaram em casa, os dois times fizeram valer o mando de campo e conquistaram importantes vitórias. O São José abriu a série em seu ginásio e saiu na frente. O Flamengo também não perdeu a oportunidade de retribuir a atenção da torcida e virou o placar, ficando a apenas uma vitória da vaga na decisão.

O Unitri-Universo, de Uberlândia, já garantido, apenas aguarda pelo adversário da final do dia 1º de junho, que acontece em jogo único. Se vencer, o Flamengo joga a final em casa. Se der São José, a decisão acontecerá no Sabiazinho, no Triângulo Mineiro.

Esta será uma boa oportunidade para o São José vencer novamente em casa e empatar o confronto, indo para o tudo ou nada na Arena HSBC, no Rio de Janeiro. Para o time joseense, é a hora de ir pra cima e não perder a oportunidade, que quase escorregou no primeiro jogo da série.

“No Jogo 1, mesmo em casa, sentimos um pouco a responsabilidade e cometemos muitos erros. Nós não estávamos muito bem, o aproveitamento não estava bom, e de
uma hora pra outra, as bolas começaram a cair e deu tudo certo. Nessas horas o ponto forte tem que ser a defesa”, comentou o treinador da equipe paulista Régis Marrelli. “Crescemos muito ao lado da torcida, que nos dá um importante apoio, mesmo quando estamos mal, assim como aconteceu no último jogo do jogo de abertura desta semifinal”, lembra Marrelli.

Para o Flamengo, o fator casa também impulsiona. O técnico José Neto sabe da diferença que acontece quando o time joga dentro de casa. A mesma força que o time tem no Rio, terá de ser enfrentada no interior paulista.

“É muita confiança que se tem quando você joga ao lado da torcida, que sempre está apoiando bastante. É o mesmo caso de São José quando joga em casa, e também o nosso caso jogando lá no Rio de Janeiro”, comenta Neto.

Para ele, a força das arquibancadas dá um algo a mais para os jogadores se empenharem. “Com a torcida que o Flamengo tem, a energia que eles passam para gente, os jogadores até comentam que é impensável não doar um pouco mais do que a gente pode. Esse é um dos motivos da gente ter se apegado bastante a eles.  Agora nesses playoffs faremos o que fizemos a temporada inteira, que é usufruir do benefício de jogar em casa”, disse o treinador do time da Gávea.

Equilíbrio e dificuldade são enaltecidos pelos treinadores

Mesmo terminando a primeira fase na liderança, depois de uma boa série de vitórias, o Flamengo sabe bem das dificuldades que serão encontradas jogando fora de casa contra o São José. O jogo é decisivo e o ginásio Lineu de Moura certamente estará lotada. O time precisará administrar a pressão e fazer seu jogo, se quiser sair de quadra com a vaga na final.

“Respeitamos todos os times desde o início do campeonato. Eu sempre falava para o nosso time jogar todos os jogos como se fosse o mais importante das nossas
vidas, por respeito total aos adversários. A gente sabe que eles também estão dando o melhor deles. Acho que isso que fez com que nós tivéssemos uma sequência grande de vitórias, terminássemos na primeira posição”, esclarece José Neto, treinador do Flamengo, que sabe que os detalhes e a concentração farão diferença no resultado final.

“Vencerá quem errar menos e tiver uma eficiência maior. Vamos tentar buscar esse sonho que a gente tem que é chegar na final. O time de São José foi montado com o mesmo objetivo que o nosso: chegar na final e brigar pelo título. Os dois foram preparados exatamente para isso”, destaca.

Para Régis Marrelli, a previsão de jogo duro certamente se confirmará. O fato de ser uma decisão pode colaborar para o time dar um algo a mais neste momento tão importante da competição. “Todos os jogos são muito complicados. Nossos jogadores realmente crescem muito na hora da decisão. Todo jogo é uma pedreira”, afirma.

O primeiro passo para vencer é fazer um bom jogo. Desta forma, o triunfo e o empate na série estarão mais próximos.

“Estamos em um bom momento, apresentando um bom basquetebol. É claro que as vitórias são importantes, afinal nós dependemos de resultados, mas o mais importante é apresentar um bom basquetebol, pois assim temos chance de bater de frente com o Flamengo. Agora qualquer um pode vencer, e quem ganha com tudo isso é o torcedor”, conclui Marrelli.
Confira o calendário completo do confronto*:

(1º) Flamengo 2 x 1 São José/Unimed (7º)
14/05 (terça-feira) São José 80 x 72 Flamengo
17/05 (sexta-feira) – Flamengo 100 x 84 São José
19/05 (domingo) – Flamengo 106 x 86 São José
23/05 (quinta-feira) – Ginásio Lineu de Moura, em São José dos Campos (SP), às 19 horas
25/05 (sábado)* – Arena HSBC, no Rio de Janeiro (RJ), às 21h45

Anúncios

Sobre Daniel Ottoni

Desde 2011, repórter de esportes especializados do jornal O Tempo, de Belo Horizonte. Fale comigo no d.ottoni@gmail.com
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s