Catalão-Olympico com sede de resultados

Dos 15 jogadores do elenco, sete ainda têm idade de categoria de base (crédito: Alisson Gontijo)

Uma equipe jovem, mas que pensa alto. Assim mostra o Catalão-Olympico, time de basquete masculino do clube do bairro Serra que foi apresentado, ontem. A aposta em promessas futuras já parte do banco de reservas, por meio do técnico Matheus Barcelos, de apenas 29 anos. “Esta é minha primeira experiência comandando uma equipe adulta. Mas me sinto plenamente preparado para este desafio. Nossa intenção é chegar na final do Campeonato Mineiro”, projeta o treinador. Até o momento na competição estadual, são quatro jogos e duas vitórias. “Conseguimos vencer por duas vezes o Paraíso Basquete, uma equipe forte e experiente, que disputa campeonatos importantes, como a Liga Paulista. Diante do Unitri, também fizemos bons jogos, mas a vitória acabou não aparecendo”, analisa Matheus.

Entre os 15 jogadores do elenco, oito são adultos. O restante é formado por atletas das categorias sub-17 e sub-19. “Temos um suporte muito bom da comissão técnica e diretoria. Esse apoio é muito importante para o desenvolvimento de um trabalho”, comenta Mateus. Mesmo com a pouca idade, ele já tem uma filosofia de trabalho bem definida. Influenciado por treinadores com os quais trabalhou como assistente, Matheus afirma ter aprendido bastante, mas também ter incorporado características próprias como diretrizes da sua função, que requer boa dose de responsabilidade. “Uma defesa forte e jogo ofensivo coletivo são fundamentais. A força do conjunto fará com que o talento de cada um apareça naturalmente, principalmente com papéis bem definidos”, salientou. Para ele, uma defesa forte é fundamental para a conquista de campeonatos. Bons ataques são úteis, mas não conseguem mais do que vitórias, ao invés de torneios, que são a verdadeira marca da equipes vencedoras.

Dois mentores fundamentais para Matheus são Elmon Rabelo e Myke Frink, que esteve na equipe até pouco tempo. O norte-americano foi assistente técnico da seleção brasileira nas Olimpíadas de Barcelona e Atlanta e influenciou bastante a formação de Matheus como treinador.

Para este ano, o Mineiro é o foco principal. A presença na NBB não foi possível. A equipe chegou a disputar a Copa Brasil, que valia como classificação para a maior competição do basquete nacional. No entanto, uma derrota para o Tijuca, dentro de casa, nos minutos finais, decretou a eliminação da equipe. “Fizemos uma boa campanha, mas encontramos um adversário forte, que confirmou seu poderio se classificando para a NBB, onde enfrentará as principais equipes do país”, lamenta o treinador. A derrota do time carioca foi veio depois de três prorrogações.

Para o próximo ano, a presença de um patrocinador é essencial para a disputa da Copa Brasil com uma força ainda maior. Os resultados que forem apresentados até o final do ano serão determinantes para os rumos em 2012. “Sem conquistas e triunfos, fica difícil chamar atenção de possíveis patrocinadores”, comenta Flávio. Apesar da presença dos jovens, a vontade é de resultados imediatos, para atingir o principal objetivo: atrair novos investidores. “Os custos de viagens e hospedagens são altos e um parceiro seria muito bem-vindo para a manutenção do projeto”, crava Flávio.

Boa oportunidade de apresentar um bom nível técnico e de convencer potenciais investidores acontecerá nesta sexta, no ginásio da equipe, que vai enfrentar o Interforce-Minas, uma das principais equipes do estado. O jogo está marcado para as 19h. Diante dos comandados de Raul Togni, o técnico Matheus terá praticamente todo o elenco à sua disposição.

Diante da torcida, jogadores e comissão técnica esperam vencer a partida e mostrar todo o potencial, que servirá para novas conquistas no futuro, principalmente com o apoio de parceiros, fundamentais para a continuidade do trabalho e para a evolução da equipe. Para receber bem os potenciais investidores e membros da diretoria, será instalado um camarote, ao lado da quadra, “Com as presenças que esperamos, a vontade é de fazer bonito e provar que podemos realizar um bom trabalho, principalmente com a presença de um forte patrocinador”, espera Flávio. A disputa de importantes competições é mais que necessária para que o projeto seja amadurecido e desenvolvido, podendo gerar resultados favoráveis a curto prazo. “Fizemos um investimento considerável no time adulto exatamente para tentar obter destaque nas competições”, comenta.

Neste ano, o grupo sofreu várias mudanças em relação ao ano passado. Chegaram jogadores de experiência como o ala Perez, que veio do Minas Tênis Clube, o pivô Ralf, com passagem pela seleção brasileira universitária e o sérvio Dusan, ambos ex-Cetaf, o armador Bernardo, que chegou do Unitri-Uberlândia, e Rafael Mineiro, ex-Limeira e Brasília. O norte-americano Tony Dennison, cestinha da equipe nas últimas participações no Campeonato Mineiro e Copa Brasil, permanece no elenco e é um dos destaques. “Acreditamos bastante no projeto que nos foi apresentado. São pessoas que já conhecemos há muito tempo e sabemos da seriedade e do profissionalismo, que são a marca deste trabalho. Nosso objetivo é chegar na elite do basquete nacional”, comentou Bernardo. Dusan e Dennison poderão ajudar o elenco com a experiência obtida na Liga de Basquete Universitária dos EUA, uma das mais fortes do mundo.

Quem integra a comissão e trabalho em conjunto com os integrantes é o agente Luís Martins. Ele tem a função de procurar por novos talentos e indicá-los para a comissão. Vários dos atletas que recém chegaram ao Olympico foram indicados por Luís. “Tenho um grande carinho pelo clube e pelos membros, que já conheço há muitos anos. Conheço o projeto e a estrutura e tenho certeza que frutos serão colhidos em pouco tempo”, argumenta.

Para 2011, o trabalho que já completa 40 dias de muita intensidade, como sempre, começou com treinos físicos. No entanto, a bola foi uma companheira já nesta primeira parte dos treinamentos. “Tivemos apenas 10 dias de preparação antes da primeira partida oficial. Por isso, o físico será aprimorado nos jogos”, declarou Matheus. A principal carência, até o momento, é o entrosamento entre os jogadores, tanto dentro como fora de quadra. Esse fator só poderá ser desenvolvido com o passar dos jogos e com as oportunidade de interação entre os jogadores. Do outro lado, a força do elenco está na experiência de alguns jogadores e na seriedade do trabalho.

A força do Olympico também é mostrada nas categorias de base. Na última temporada, quatro títulos metropolitanos em cinco categorias. “O custo benefício da nossa base é muito bom. Os resultados são satisfatórios e o investimento não é alto”, analisa Flávio Magalhães, diretor de basquete do clube. Prova do potencial dos jogadores do Olympico, foi o convite recebido para clube para realizar uma parceria com o Sefat, do Espírito Santos, para a disputa da Liga Nacional de Basquete. A competição vai reunir todas as 16 equipes que vão disputar o NBB, mas poderão participar somente atletas com idade até 21 anos. “Não valera a pena, neste momento. Nossa categoria de base está envolvida em vários projetos neste momento e não poderíamos nos dedicar como gostaríamos”, declara Flávio. Somente em 2011, cinco atletas do clube foram convocadas para categorias de base da seleção brasileira.

Matheus espera que o rendimento dos jogos e treinamentos continue sendo mantido e que a aplicação e força de vontade sejam os motores para um final de temporada marcantes. Os próximos resultados serão fundamentais para o futuro da equipe nos próximos anos. “Chegou a nossa hora. Esperamos fazer um bom trabalho e estar presente em competições ao lado das principais equipes do país”, esclareceu.

Anúncios

Sobre Daniel Ottoni

Desde 2011, repórter de esportes especializados do jornal O Tempo, de Belo Horizonte. Fale comigo no d.ottoni@gmail.com
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s