Cuca é o cara?

Cuca pode ajudar o Atlético, mas sem um pouco de bola não tem treinador que dê jeito. (Crédito: Vipcomm)

O Atlético escolheu Cuca como novo treinador. Dorival Júnior, desgastado, foi demitido. Já fazia hora-extra. Tentou cumprir muito bem seu papel, mas não conseguiu. O time não encaixou e mostrou pouco padrão desde sua chegada. No ano em que teve oportunidade de trabalhar na pré-temporada, como manda o manual, falhou.

Quase nada se viu do treinador que montou boas equipes nos últimos anos, seguidamente. A competência não apareceu como devia. Até hoje se buscam os motivos. Dorival ficou sem respostas em muitas coletivas.

Uma mudança era precisa e Cuca foi uma boa opção entre os nomes disponíveis. É um bom treinador, que pode dar sua cara ao Atlético. Já fez bons e maus trabalhos, foi da redenção à humilhação e taxação pública de perdedor, passou por bons e maus caminhos.

Cuca é competente e pode ser uma referência para a situação menos pior do Atlético no campeonato. Mas os jogadores tem um papel fundamental para se reerguer. Sem o mínimo de competência, não há treinador que resolva o problema.

 

 

 

Anúncios

Sobre Daniel Ottoni

Desde 2011, repórter de esportes especializados do jornal O Tempo, de Belo Horizonte. Fale comigo no d.ottoni@gmail.com
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s