Comemoração estúpida, convidado ingrato

A turma do deixa-disso evitou uma confusão maior ainda

Neymar se envolveu, nesta sexta, em mais uma confusão no Santos. Mas desta vez, nada de rebeldia. Pelo contrário. Neymar tomou as dores do aniversariante Zé Eduardo, que sofria com o trote recebido em função de seu aniversário.

No entanto, a coisa hoje foi além dos ovos e farinhas. Depois de jogado no chão, o jogador recebeu boladas, pisão na barriga, chutes e socos. Claro que nada com uma força desproporcional, mas também não se tratavam de simples petelecos. A cara do jogador já não estava boa quando resolveram extender a festinha para um outro castigo.

Amarraram o atacante à uma trave e as agressões continuaram. Mais boladas. Desta vez, o atacante Marcel resolveu presentear o aniversariante com verdadeiros canudos, chutes como os desferidos em partidas, de fora da grande área. Quanta ignorância! Pelo que vi nas imagens, o chute não acertou Zé Love, mas se acerta, pode tirar sangue, inclusive.

Neymar foi demonstrar sua irritação com Marcel, que partiu pra cima do selecionado. A turma do deixa-disso interferiu e ficou por isso mesmo.

Não existe necessidade para isso. Em pleno aniversário, ficar martirizando o companheiro de equipe. Os ovos e farinhas, já imbecis, bastam.

O fato mostra a mente e a capacidade de muitos jogadores de futebol. Brincadeiras imbecis fazem parte do mundo futebolístico há anos. Tapinhas e petelecos já foram vistos, algumas vezes, depois de erros em brincadeiras ou até mesmo depois de gols nos jogos.

Lembro que quando viajava com o time de futsal que fazia parte, não se podia dormir no ônibus. Caso isso acontecesse, você acordava com pasta de dente e outros ‘enfeites’ em locais diversos.

Coisas (imbecis) do futebol. Aniversário é para se comemorar. Uma brincadeira aqui, outra ali, faz parte, apesar de não ser a favor. Mas agressão física é contra meus valores.

No aniversário de Marcel, deveriam fazer o mesmo e chamar Roberto Carlos ou Fabão para disparar bombas contra seu rosto, enfusamivamente. Ele merece!

 

Anúncios

Sobre Daniel Ottoni

Desde 2011, repórter de esportes especializados do jornal O Tempo, de Belo Horizonte. Fale comigo no d.ottoni@gmail.com
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s